Beia Carvalho: Estereótipos e as Mulheres na Publicidade. — Beia Carvalho — Palestras

Quer ficar por dentro do futuro? Fácil. Deixe seu email e receba os super artigos da Futurista Beia Carvalho 😉

 
9 de março de 2018

Beia Carvalho: Estereótipos e as Mulheres na Publicidade

Beia Carvalho e os Estereótipos e as Mulheres na Publicidade.

A convite do jornalista Marcello Queiroz, que comanda o Ideias Pan, na Rádio Jovem Pan, falei dos estereótipos para representar as mulheres na publicidade. Esta é a minha fala:

No rádio somos representadas por uma voz estridente, lembrando seus maridos de fazer coisas chatas, o punch line é masculino e deixa sempre aquele gostinho que a mulher realmente não é o cérebro da família.

De outras vezes, somos gatinhas, mansinhas e infantilizadas, principalmente quando vendemos coisas para nossas crianças, de remédios a matrículas de escola. Nos produtões de alto valor da TV, somos sempre lindas e deslumbrantes e indubitavelmente copilotos. Pois é, estamos entrando na 3ª década do século 21 e ainda não sabemos dirigir, hahaha.

E depois de todos os pitos que as cervejas levaram de suas consumidoras mulheres, ficou provado este ano, que propaganda politicamente correta de cerveja não é mesmo o forte das grandes marcas. Não, não é a minha opinião. Segundo a pesquisa da agência Heads do ano passado, menos de 20% dos comerciais contribuem para a equidade de gênero no País.

Deixei o mercado publicitário há 10 anos. Não via cabeças pensantes sobre a neutralidade de gêneros no tratamento da comunicação na época. Não vejo hoje. Nem nas agências, nem nos clientes. E não nos esqueçamos, que são as agências que criam, mas são os clientes que aprovam esse slogan impensável: “esqueci o não em casa”.

Campanha da Skol retirada do ar pelo CONAR, em 2015, após criticas nas redes sociais por uma suposta alusão ao estupro.

O que quero dizer é que somos todos nós responsáveis pelo estado das coisas. Homens e Mulheres. E seremos nós, cada um honestamente observando e reconhecendo suas crenças, suas ações, que iremos mudar o mundo. Não é o outro. Somos nós.

9 de março de 2018

Comentários

Nenhum comentário


Comentar:

Você pode usar tags e atributos HTML