Morro de ciúmes da Beia Bot. — Beia Carvalho — Palestras

Quer ficar por dentro do futuro? Fácil. Deixe seu email e receba os super artigos da Futurista Beia Carvalho 😉

 
4 de julho de 2019

Morro de ciúmes da Beia Bot.

Ah, a Beia Bot!

A Beia Bot mora hoje no meu Instagram. Decidi pelo BOT, quando minha rede começou a crescer demais e ficou difícil dar conta das boas vindas a cada um de meus fãs. E na toada da minha amiga Liliane Ferrari decidi que a Beia Bot seria autêntica e se apresentaria claramente como um bot.

Ela tem personalidade forte e se apresenta assim:

“Olá, obrigada por seguir nosso perfil! Eu sou a Beia Bot, e estou dando uma mãozinha para Beia Carvalho na recepção de novos seguidores. A Beia não para de palestrar e produzir conteúdo. Com certeza trocaremos muita informação e inspiração sobre futuro, inovação e gerações aqui no Instagram e em todas as outras redes também!”

Nas minhas palestras, sempre incito a plateia a dar um passo em direção a alguma nova tecnologia. Hoje o papo é experimentar alguma forma de inteligência artificial em seu negócio. Comece. Eu comecei com a experiência do bot, muito simples.

Bot, para quem não sabe, uma redução de “robot”, é uma daquelas palavrinhas que não estava nas rodinhas e nem na mídia, há pouquíssimo tempo atrás.

Outra função da Beia Bot é mostrar para meus fãs uma grande conquista minha no finalzinho do ano passado: meu primeiro TEDx.

“Olá Jessica, aqui é a Beia bot, a robô amiga do futuro. Vim provocar você com um TEDx incrível da Beia Carvalho. O link é este aqui bit.ly/tedxbeiatedx  e a provocação é ‘Vai deixar o futuro te atropelar?’ Assiste lá e depois me conte quais foram as suas reflexões ;-)”

TEDx da Beia Carvalho: Cadê o Futuro?

Você se lembra do primeiro BOT que te  chamou atenção? Pra mim, foi a Lu, da Magalu.

A primeira que me chamou atenção foi a Lu, da Magalu.

Não importa qual foi o seu primeiro bot, uma coisa é certa: eles nunca mais pararam de aparecer na sua frente, tem até Bia, rs.

Bots, chatbots, com muita ou pouca inteligência artificial, são um fenômeno em expansão exponencial.

 

Bia do Bradesco

Para nos inspirar, reuni logo abaixo alguns exemplos* do varejo, tão reticente às novas tecnologias. Mas, antes, quero mostrar o porquê dos meus ciúmes.

Fiquei muito bem impressionada ao perceber, no dia a dia, como as pessoas estão curtindo a Beia Bot, gostam de conversar e tem um carinho com ela. E mais, interagem e me mandam mensagens através dela.

Pablo Brito: Ahhhh amo Beia mesmo Bot.

Liliane Ferrari: Amei a Beia Bot.

Maíra Leão: Q legallll mto bommm!’ Vamos trocar ideias.

Kika Pontes: Arrasou!! <3

Rodrigo Monteiro: Será um prazer aprender com vocês (Beia e Beia Bot).

Regina Lima: Adorei! 🥰 Sinta-se em casa 😍

Waleska Kika: Que maximooooo!

Vanessa Almada: Eu que agradeço a oportunidade de seguir a Beia!!! Eu já a acompanho pelo LinkedIn e assisto algumas coisas pelo YouTube!!! Agora por aqui 🥰  Abraço e obrigada pelo contato!

Não é emocionante?

Vamos a alguns exemplos de BOTS pra excitar e fazer a sua mente começar a coçar:

Você acorda e bate um papo com o app My Starbucks Barista e pede seu café, usando voz.

Lowes, loja de departamentos americana que vende ferragens, tem um Bot que ajuda seus clientes a encontrar artigos pela loja dando instruções e compartilhando seus conhecimentos. LoweBots também monitoram o estoque para que a loja possa repor os itens em falta.

A rede de farmácias Walgreens monitora as rotas do vírus da gripe através da análise de todas as receitas médicas que passam por mais de 8.000 pontos de venda da marca. Ao rastrear a gripe, ela produz um mapa interativo online que ajuda seus clientes a se conscientizarem da gravidade da gripe em suas regiões e, ao mesmo tempo, serve para indicar onde os estoques da farmácia devem ser reforçados.

Um case que vale a pena conhecer é o da IA da loja de roupas Uniqlo, que está misturando ciência e Inteligência Artificial. Bem parecido com aquele filme do Tom Cruise, em que ele entra na GAP do futuro e a loja “lê” sua mente.

E, pra não se estender demais, termino com o caso bem americano da StarbucksBot. Você acorda e bate um papo com o app My Starbucks Barista e pede seu café, usando voz. No seu caminho pro trabalho seu café já está lá prontinho esperando por você, sem fila.

Comece. Dê um primeiro passo em direção a uma ou mais das tecnologias de aceleração. Fuce, gugue, converse com seu amigo nerd, faça um curso de robótica, compre 0,000000001 em Bitcoin. Dê um primeiro passo.

Notas:

1) Bot, diminutivo de robot, também conhecido como Internet bot ou web robot, é uma aplicação de software concebido para simular ações humanas repetidas vezes de maneira padrão, da mesma forma como faria um robô. wikipedia

2) Exemplos tirados do artigo da Forbes, 3/3/2019 The 20 Best Examples of Using Artificial Intelligence for Retail Experiences


Comentários

Nenhum comentário


Comentar:

Você pode usar tags e atributos HTML